Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Gondomar contraria Sousense: "Treinador está arranhado e com hematomas"

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/04/2017 Alcides Freire

Rúben Carvalho, coordenador da formação do Gondomar, fala em agressões ao treinador André Teixeira que teve que ser assistido no local

Depois de o Sousense ter desmentido agressões ao treinador da equipa de Sub-11 do Gondomar, Rúben Carvalho, coordenador das escolas dos gondomarenses, que venceram por 5-2, e que esteve presente no encontro, relatou uma situação complicada para André Teixeira, treinador do Gondomar.

"O jogo contém uma certa rivalidade pois são duas equipas vizinhas e decidia o acesso à fase seguinte. Após o grito de vitória do Gondomar, o treinador André Teixeira foi interpelado por parte do diretor e treinador do Sousense e depois começaram a entrar pais de atletas do Sousense no campo. O treinador foi empurrado e puxado e teve que fugir para o balneário", começou por dizer, a O JOGO.

"Foi chamada a GNR, que ajudou à saída dele do estádio, porque cá foram estavam, ainda, algumas pessoas para tirar satisfações com o André Teixeira, inclusive o diretor do Sousense que, mesmo na presença da GNR, dirigiu-se a ele com palavras menos corretas", relatou, não encontrando explicação para a exaltação no final da partida.

"Não sei se existiu alguma troca de palavras durante o jogo. Estava na bancada e não me apercebi. O nosso treinador tinha arranhões e hematomas e teve que ser assistido pelo nosso massagista no local", acrescentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon