Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Governo: Bombeiros profissionais aplaudem regresso da nova Secretaria de Estado

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/10/2017 Administrator

O presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ANBP), Fernando Curto, disse desconhecer o secretário de Estado da Proteção Civil hoje indigitado, Artur Tavares Neves, mas aplaudiu o regresso da nova Secretaria de Estado da Proteção Civil. O primeiro-ministro, António Costa, propôs ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que aceitou, a nomeação de Artur Tavares Neves para secretário de Estado da Proteção Civil, que tomará ...

O presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ANBP), Fernando Curto, disse desconhecer o secretário de Estado da Proteção Civil hoje indigitado, Artur Tavares Neves, mas aplaudiu o regresso da nova Secretaria de Estado da Proteção Civil.

O primeiro-ministro, António Costa, propôs ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que aceitou, a nomeação de Artur Tavares Neves para secretário de Estado da Proteção Civil, que tomará posse no sábado, pelas 09:30 horas, em cerimónia no Palácio de Belém, em Lisboa.

"Eu não conheço o engenheiro que foi nomeado agora para a Proteção Civil. Sei que foi presidente da Câmara de Arouca (distrito de Aveiro), salvo erro, mas não tenho nenhum dado sobre o presidente da câmara. Fui à procura e a única coisa que encontrei é que foi presidente da Câmara de Arouca", afirmou Fernando Curto, em declarações à agência Lusa.

A secretaria de Estado da Proteção Civil substitui a secretaria de Estado da Administração Interna na orgânica do Ministério da Administração Interna, que será tutelado por Eduardo Cabrita.

O presidente da ABP mostrou-se satisfeito e elogiou o regresso desta nova secretaria, recordando Ascenso Simões, que foi secretário de Estado da Proteção Civil no Governo de José Sócrates, entre 2007/2008.

"O que gostava de realçar (...) é esta questão, que é importante: os bombeiros voltam a ter uma Secretaria de Estado que o Governo anterior teimosamente acabou", salientou Fernando Curto.

Na nova equipa do Ministério da Administração Interna mantém-se Isabel Oneto, como secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, e deixa de constar Jorge Gomes, que nas últimas eleições legislativas foi eleito deputado do PS pelo círculo de Bragança.

As nomeações dos novos secretários de Estado surgem no âmbito da mini remodelação governamental após a demissão da ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, provocada pela polémica criada na sequência de um Verão de intensos incêndios que provocaram 108 mortos, 44 nos quais no passado fim de semana, em fogos que devastaram cerca de 500 hectares de floresta e mata no Região Centro.

O cargo de Constança Urbano de Sousa na Administração Interna passa a ser ocupado por Eduardo Cabrita, que transita de ministro Adjunto do primeiro-ministro, pasta que vai ser ocupada por Pedro Siza Vieira.

As centenas de incêndios que deflagraram no domingo, o pior dia de fogos do ano segundo as autoridades, provocaram 44 mortos e cerca de 70 feridos, mais de uma dezena dos quais graves.

Os fogos obrigaram a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas, sobretudo nas regiões Norte e Centro.

Esta é a segunda situação mais grave de incêndios com mortos em Portugal, depois de Pedrógão Grande, em junho deste ano, em que um fogo alastrou a outros municípios e provocou, segundo a contabilização oficial, 64 mortos e mais de 250 feridos. Registou-se ainda a morte de uma mulher que foi atropelada quando fugia deste fogo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon