Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Governo confiante com novos dados positivos de dormidas na hotelaria

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/07/2017 Administrator

O Governo, pela secretária de Estado do Turismo, mostrou-se satisfeito com os mais recentes números do Instituto Nacional de Estatística (INE) sobre dormidas em hotelaria, declarando que a "sustentabilidade do turismo" passa por indicadores positivos como o hoje revelado.

"É com grande satisfação que constato que os proveitos na hotelaria estão a crescer praticamente o dobro das dormidas, em meses tradicionalmente de época baixa. A sustentabilidade do turismo passa precisamente por aqui, por crescer mais em valor do que em número de turistas e crescer ao longo do ano", diz a secretária de Estado Ana Mendes Godinho, numa nota enviada às redações pelo seu gabinete.

A posição do Governo resulta dos números do INE, segundo os quais a hotelaria alojou dois milhões de hóspedes em maio, que proporcionaram 5,4 milhões de dormidas, correspondentes a aumentos de 7,9% e de 7,2% em termos homólogos, respetivamente.

De acordo com o INE, as evoluções registadas foram "bastante menos expressivas do que as de abril (21,3% e 24,5%, respetivamente)".

"A desaceleração reflete o efeito de calendário da Páscoa que afetou positivamente os resultados correspondentes ao mês anterior e negativamente os do mês de março", sinaliza.

As dormidas de residentes aumentaram 7,0% (28,0% em abril) e as de não residentes subiram 7,3% (23,3% em abril).

No conjunto dos três meses (março, abril e maio), as dormidas de residentes aumentaram 7,8% e as de não residentes cresceram 11,3%, cifrando-se em 10,4% o acréscimo das dormidas totais.

Já a estada média fixou-se nas 2,73 noites, o que representou uma descida de 0,7%, e taxa de ocupação-cama (55%) aumentou 3,3 pontos percentuais.

Os proveitos, por sua vez, continuaram a aumentar (19,5%), apesar de menos intensamente do que no mês anterior (31,1% em abril), tendo atingido 318,8 milhões de euros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon