Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Governo de Macau vai conceder prestação extra a 4.000 famílias carenciadas

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/09/2017 Administrator

O Instituto de Ação Social de Macau anunciou hoje que vai atribuir, a partir de terça-feira, uma prestação extra do subsídio regular, um apoio de que beneficiam aproximadamente 4.000 agregados familiares.

A atribuição do subsídio extra tem como objetivo "ajudar essas famílias a resolver as despesas extra resultantes do novo ano letivo e das Festividades do Bolo Lunar" ou "Chong Chao", uma das mais importantes da cultura chinesa, que se celebra no início do próximo mês, informou o Instituto de Ação Social (IAS).

Em comunicado, o IAS indica que a medida vai representar um encargo na ordem dos 22 milhões de patacas (2,3 milhões de euros)

São considerados como estando numa situação de carência económica pessoas ou famílias cujos rendimentos sejam inferiores ao valor do risco social -- o montante mínimo de sobrevivência estipulado pelo Executivo.

O valor mínimo para uma pessoa que viva sozinha é de 4.050 patacas (423,6 euros), enquanto o máximo, para famílias com número igual ou superior a oito membros, corresponde a 18.870 patacas (1.973 euros).

Além do subsídio regular, que resulta da diferença entre o valor dos rendimentos mensais e o valor do risco social --, o IAS tem outras modalidades de apoio financeiro como subsídios especiais para quem possui necessidades específicas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon