Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Governo francês nacionaliza "temporariamente" estaleiros navais à STX France

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/07/2017 Administrator

O ministro da Economia francês, Bruno Le Maire, anunciou hoje a nacionalização temporária dos estaleiros navais STX France para "defender os interesses estratégicos da França", após o falhanço das negociações com o grupo italiano Fincantieri.

"Nós tomámos a decisão de exercer o direito de preferência do Estado sobre os SXT", disse o ministro numa conferência de imprensa em Paris.

Esta operação, no entanto, é "temporária" uma vez que os estaleiros navais de Saint-Nazaire (oeste) não "têm vocação" para ficar "sob gestão" do Estado, esclareceu.

O braço de ferro franco-italiano sobre o futuro do construtor naval STX France acabou hoje com o Estado francês a nacionalizar "temporariamente" a empresa, na falta de acordo com a Fincantieri.

Depois de sucessivas notícias, ora mais positivas, ora mais negativas, sobre a resolução desta delicada questão, que mistura interesses económicos e diplomáticos, o ministro francês prometeu dar hoje esclarecimentos sobre o assunto em conferência de imprensa.

A gestão dos estaleiros de Saint-Nazaire (oeste) é feita pela STX France e o objetivo não é o de "nacionalizar a STX, até porque os italianos são parceiros com um elevado peso", disse ainda à cadeia de televisão BFMTV o porta-voz do governo, Christophe Castaner.

O ministro das Finanças italiano, Pier Carlo Padoan, considerou, entretanto, que "não há nenhuma razão para que a Fincantieri renuncie à maioria do capital e ao controlo da empresa".

Os estaleiros empregam atualmente 2.600 trabalhadores.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon