Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Governo moçambicano quer parcerias para revitalização das Linhas Aéreas

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/08/2017 Administrator

O Governo moçambicano quer parcerias para revitalização das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), anunciou o administrador-executivo do Instituto de Gestão das Participações do Estado (IGEP).

"O que estamos a fazer enquanto se busca parcerias é realizar algumas atividades em termos de reestruturação da empresa", declarou Raimundo Matule, citado hoje pelo diário Notícias.

Aquele responsável disse que até o momento o Governo moçambicano não tem nenhum compromisso firmado, mas estão em curso contactos para a obtenção do acordo que seja benéfico à empresa.

"Atualmente, o que temos feito é olhar para a sua estrutura de custos e ver onde podemos cortar e onde podemos encontrar fundos para mantê-la [a empresa] a funcionar em pleno", explicou.

Atrasos e adiamentos de voos têm sido uma constante na transportadora aérea moçambicana, que justifica a situação com problemas operativos.

Dos dez aviões disponíveis na LAM, companhia de bandeira nacional, apenas cinco estão operacionais.

A Comissão Europeia retirou, em maio, as transportadoras aéreas que operam em Moçambique da 'lista negra' de segurança aérea, permitindo que voem para a União Europeia (UE).

Na atualização da lista, a Comissão Europeia justificou a decisão com uma "melhoria da segurança aérea".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon