Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Governo timorense expressa pesar depois de acidente de viação que causou três mortos

Logótipo de O Jogo O Jogo 14/08/2017 Administrator

O Governo timorense expressou hoje "profundo pesar" pela morte de três pessoas, dois cidadãos estrangeiros e um timorense, quando o carro que viajavam foi atingido por parte de uma árvore, numa estrada a leste de Díli.

Em comunicado o executivo lamenta a morte do timorense, Aquilino Santos Caeiro, que era diretor-geral do Ministério do Turismo, Artes e Cultura, do norte-americano Daniel J. Groshong, jornalista e fundador da Fundação Hummingfish, e da a holandesa Ruth Klaasje, escritora especializada em educação.

"Em nome do Governo, o Primeiro-Ministro, Rui Maria de Araújo, transmitiu sentidas condolências às famílias, amigos e colegas, neste momento de grande perda", refere uma nota do executivo.

"Cada umas dessas pessoas deu o seu contributo a Timor-Leste com muita energia e bondade. Neste momento de perda, apresentamos a nossa solidariedade às suas famílias, amigos e colegas, e homenageamos o legado do seu serviço, que perdurará pelas futuras gerações", refere Agio Pereira, porta-voz do Governo, citado no comunicado.

As três vítimas mortais eram muito conhecidas em Timor-Leste e a sua morte causou uma onda de consternação com anónimos e dirigentes do país a expressarem pesar e condolências em mensagens nas redes sociais.

O acidente, de que resultou ainda um cidadão holandês e um timorense feridos, ocorreu na estrada entre Manatuto e Laclubar, na zona de Keribas, a sudeste da capital.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon