Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Grécia: Governo considera que regresso aos mercados foi um "sucesso absoluto"

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/07/2017 Administrator

O regresso da Grécia ao mercado de dívida "foi um sucesso absoluto", congratulou-se hoje o governo de Alexis Tsipras em comunicado.

Este regresso "confirma o andamento positivo da economia grega", prossegue o texto.

O ministro das Finanças grego, Euclide Tsakalotos, considerou, por sua vez, "satisfatória" a emissão de dívida de 3 mil milhões de euros a cinco anos após uma ausência de três anos dos mercados, "uma primeira etapa para a saída da crise" e uma prova "da confiança" na economia grega.

A taxa de juro desta emissão foi de 4,625% e a procura foi bastante elevada, com mais de 200 investidores a manifestarem interesse e com juros "claramente inferiores aos da última emissão", segundo o governo.

O interesse manifestado "por mais de 200 investidores constitui um voto de confiança da comunidade internacional de investidores no progresso da economia grega", refere o comunicado.

Na emissão de dívida a cinco anos feita em 2014, na altura do governo conservador de Antonis Samaras, a taxa de juro foi de 4,95%.

A Grécia foi o primeiro país da zona euro a receber assistência financeira internacional devido à crise e o único que conta três programas de resgate, os dois primeiros aprovados em 2010 e 2012 e um terceiro acordado em 2015.

O terceiro programa de resgate, num montante máximo de 86 mil milhões de euros, termina em agosto de 2018 e a partir dessa data a Grécia deverá financiar-se exclusivamente nos mercados, ou pedir de novo assistência financeira internacional, se o não conseguir.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon