Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Grave caso de violência doméstica no futebol francês

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/10/2017 Rodrigo Cortez
© Fornecido por O jogo

Guarda-redes que chegou a ir à seleção maltratou profundamente uma mulher

Nicolas Douchez, guarda-redes do Lens que chegou a jogar no PSG e a ser chamado à seleção de França, atualmente com 37 anos, foi detido na madrugada desta quinta-feira em Paris depois de ter agredido gravemente uma mulher.

Segundo o jornal "Le Parisien", a polícia foi chamada às 5h30 a um apartamento para resolver um caso de violência conjugal.

Quando chegaram ao local, depois de arrombarem a porta, os polícias depararam-se com a mulher no chão, toda nua, a sangrar e a chorar.

Segundo o jornal, Douchez estava em pé, "nervoso, com os olhos brilhantes e a cheirar fortemente a álcool".

Com 28 anos, a companheira do futebolista contou aos polícias que ele lhe "queria partir a cabeça".

O episódio teve início num restaurante parisiense, onde, segundo uma testemunha, Douchez, num ataque de ciúmes, "agarrou-a pelos cabelos e atirou-lhe a cabeça contra a parede e contra o chão".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon