Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Greve geral ameaça atrapalhar GP da Argentina

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/03/2017 O Jogo

Corrida em Termas de Río Hondo está agendada para 9 de abril, mas o país para três dias antes, o que deve mexer com os planos das equipas

Passado o Grande Prémio do Qatar, que inaugurou a nova temporada do mundial de Moto GP, a próxima paragem é a Argentina, estando a corrida marcada para 9 de abril.

No entanto, uma greve geral marcada para o país a 6 de abril promete atrapalhar os planos, de tal forma que Mike Trimby, da associação das equipas (IRTA), já enviou o alerta.

© EPA/NOUSHAD THEKKAYIL

"Tenham em conta que há uma greve geral planeada para quinta-feira, 6 de abril, que afetará muitos serviços, incluindo os voos. Imaginamos que as equipas já estarão nas Termas de Río Hondo nesse dia, mas se tiverem patrocinadores ou convidados que cheguem quinta-feira, recomendem-lhe que revejam os seus planos de viagem", avisou.

A corrente temporada iniciou-se no último domingo, no Qatar, com a vitória a ir para Maverick Viñales (Yamaha). Na categoria inferior (Moto2), Miguel Oliveira (KTM) alcançou o melhor resultado de sempre, um quarto lugar.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon