Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Griezmann prefere o cabelo a um golo que decida a Champions

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/06/2017 Hugo Monteiro

Avançado do Atlético Madrid mostra um grande orgulho no cabelo que apresenta.

© Juan Medina/Reuters

Antoine Griezmann, avançado do Atlético de Madrid, concedeu uma entrevista à revista "ICON", do diário "El País", na qual abordou temas menos usuais, como o cabelo. Ao internacional francês foi questionado se aceitaria marcar o golo decisivo de uma final da Champions a troco do cabelo. Resposta? Careca nem pensar. "Não, não. Impossível. Dá-me igual que seja uma final da Champions. Que marque outro, mas careca não", brincou.

A questão da homossexualidade foi também analisado pelo jogador. "Os futebolistas não saem do armário porque têm medo. Têm medo do que possam dizer. Há muita gente má no futebol. Podem ter medo de ir aos estádios e ouvir insultos", sublinhou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon