Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Grupo extremista Estado Islâmico reivindica atentado contra mesquita em Cabul

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/10/2017 Administrator

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou o ataque suicida que na sexta-feira atingiu uma mesquita xiita em Cabul, no Afeganistão, matando 39 pessoas, de acordo com um comunicado divulgado hoje.

Cerca de 70 pessoas morreram na sexta-feira em dois atentados contra mesquitas no Afeganistão, uma em Cabul e outra na província de Ghor.

"O 'kamikaze' Abou Omar o Turcomeno (...) conseguiu rebentar-se com o seu colete de explosivos" numa mesquita xiita em Cabul, indica um comunicado do Estado Islâmico.

"Ele fez explodir o seu colete entre a multidão", afirma o comunicado, assinado pelo 'braço' do Estado Islâmico no Afeganistão, o Khorasan.

O grupo extremista considera os muçulmanos xiitas hereges e realiza regularmente atentados contra eles em diferentes países, incluindo no Afeganistão e no Iraque.

O comunicado não refere, no entanto, o segundo atentado de sexta-feira.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon