Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Guiné-Bissau realiza primeiro recrutamento militar obrigatório em 25 anos

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/07/2017 Administrator

As Forças Armadas da Guiné-Bissau iniciaram o primeiro recrutamento militar obrigatório dos últimos 25 anos, disse hoje à agência Lusa o general Júlio Nhaté, chefe do departamento de recursos humanos daquela instituição.

"Fizemos um pedido ao Governo que autorizou o recrutamento de 750 pessoas", explicou.

O último recrutamento militar obrigatório na Guiné-Bissau foi feito em 1992.

Segundo o general, o recrutamento está a ser feito a partir dos 18 anos e até aos 25, entre jovens de ambos os sexos, em todo o território nacional, incluindo ilhas.

"O recrutamento militar obrigatório será em Cumuré e vai ter duração de três meses", disse, salientando que, depois, os recrutas vão ser espalhados pelas várias unidades.

O general destacou, também, a quantidades de jovens que se foram apresentar como voluntários para integrar as Forças Armadas.

"Há pessoas com licenciatura a pedirem para entrar para a tropa", disse, salientando ter ficado surpreendido com os cerca de 2.000 voluntários que se apresentaram para integrar as Forças Armadas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon