Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Há um treinador que recusou substituir Ranieri no Leicester

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/04/2017 Alcides Freire

Guus Hiddink fez revelação em entrevista ao Sunday Times e reclama algum mérito pela "subida" de Craig Shakespeare ao cargo de técnico principal dos "foxes".

O treinador holandês Guus Hiddink revelou ter rejeitado a possibilidade de suceder ao italiano Claudio Ranieri no comando técnico do Leicester City.

Em entrevista ao jornal Sunday Times, publicada este domingo, o antigo selecionador da Holanda e treinador do Chelsea revelou que recusou o cargo no Leicester, tendo recomendado o adjunto de Ranieri Craig Shakespeare, que acabou por assumir as funções.

© EPA/Maurizio Degl'innocenti

"Para ser correto, não falei diretamente com o Leicester. Mas, sabem como são as coisas: 'eles pensam em ti'. Perguntaram indiretamente, mas recusei. Se decidiram despedir Ranieri, porque não chamarem o número dois?", disse o técnico holandês, de 70 anos.

Para Hiddink, a aposta em Shakespeare tem resultado, pois desde que assumiu o comando técnico da grande sensação da Premier League da época passada soma o pleno de vitórias.

"Shakespeare conhece o clube e os jogadores", sublinhou o treinador holandês.

Depois de ter estado praticamente em contacto com a zona de despromoção, o Leicester ocupa agora um mais confortável 13º lugar, com 33 pontos em 29 jogos, mais seis que o primeiro clube na zona de descida, o Hull City, treinado pelo português Marco Silva.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon