Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Hélio Sousa tem um sonho: novo título europeu

Logótipo de O Jogo O Jogo 30/06/2017 Hugo Monteiro
© Pedro Rocha/Global Imagens

Selecionador português de futebol de sub-19, Hélio Sousa, ambiciona guiar Portugal a um novo título internacional, na Geórgia.

O selecionador português de futebol de sub-19, Hélio Sousa, ambiciona guiar Portugal a um novo título internacional, na Geórgia, um ano depois de ter conduzido o escalão de sub-17 à vitória no Europeu, realizado então no Azerbaijão. Perante o desafio de mais uma fase final de um Campeonato da Europa, a sexta em oito anos de trabalho na Federação Portuguesa de Futebol (FPF), o treinador luso conta com vários dos campeões europeus de sub-17 para alcançar o êxito agora nos sub-19, embora assuma, em entrevista à Lusa, que as provas são distintas.

"É uma continuidade, mas é outra competição, onde vamos novamente prepararmo-nos para estar nas melhores condições e vencer todos os jogos. Esperamos ser suficientemente competentes para nos levar o mais longe possível na competição e, se possível, lutarmos novamente por vencer uma competição desta envergadura", adianta.

Hélio Sousa vai mais longe na análise deste Europeu e sustenta que a passagem para uma geração diferente é não só um desafio para os jogadores, mas também para os treinadores. "Temos de nos adaptar. Temos uma metodologia de trabalho, uma identidade que queremos pôr em prática, mas sabemos que é um processo longo. Cada idade apresenta particularidades e nós, treinadores, temos de nos adaptar", realça, reiterando o compromisso de "valorizar o jogador português e mostrar à Europa que Portugal é uma das potências na formação".

No caminho de Portugal nesta competição estão as seleções da Geórgia, a anfitriã do torneio, a República Checa e a Suécia. Apesar das diferenças, o selecionador português destaca a qualidade dos três adversários no grupo A, enquanto na outra poule são as seleções da Bulgária, Inglaterra, Alemanha e Holanda a medirem forças. "A Geórgia está a preparar-se há dois anos para esta prova, na qual vai ter toda a responsabilidade, orgulho e honra de poder disputar o campeonato no seu país, o que irá fazer com que os seus jogadores se superem. Já a República Checa e a Suécia estão cada vez mais organizadas e apresentam mais qualidade no seu futebol, sem fugir às suas raízes", defende.

Os 18 convocados de Hélio Sousa para a fase final integram não só campeões de sub-17, mas também alguns repetentes do último Mundial sub-20, uma experiência que o técnico acredita poder capitalizar neste Europeu. "Poderá ser uma mais-valia e acrescentar a muitos itens que são precisos para ter uma equipa fortíssima para ultrapassar as dificuldades da competição. Evoluiu-os a um nível individual em que têm mais competências e tornou a nossa equipa mais forte" explica.

Uma das apostas de Hélio Sousa para este Europeu é o jovem Rui Pires. O médio do FC Porto não esconde os grandes sonhos que tem para o Campeonato da Europa, mas sublinha que Portugal não pode esquecer as dificuldades já superadas nesta caminhada.

"Tivemos duas fases muito complicadas: a primeira fase de apuramento e a Ronda de Elite. Agora, conseguimos estar presentes na fase final do Europeu e vamos concretizar os nossos objetivos e lutar para sermos campeões europeus. Temos o grande sonho de sermos campeões europeus" garante.

Por sua vez, o médio Bruno Paz, um dos capitães do grupo, enaltece a experiência dos jogadores às ordens de Hélio Sousa, nomeadamente aqueles que já sabem o que é festejar com o selecionador um título europeu, como o fizeram em 2016, com os sub-17. "Foi uma boa experiência para eles. Dizem que é um momento histórico, que nunca se vão esquecer e que ser campeão europeu é a melhor coisa que existe. Acho que vão trazer um pouco das suas vivências. Vamos com tudo para o nosso sonho de ser campeão da Europa", conclui.

Portugal estreia-se frente à seleção anfitriã, no domingo, defronta a República Checa três dias depois, a 05, e encerra a fase de grupos com a Suécia, a 08. O Campeonato da Europa de futebol de sub-19 decorre na Geórgia entre 02 e 15 de julho.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon