Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Haitong Bank agrava prejuízos para 80ME no 1.semestre

Logótipo de O Jogo O Jogo 31/08/2017 Administrator

O Haitong Bank teve prejuízos de 79,8 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, acima dos 19,6 milhões negativos registados nos primeiros seis meses de 2016, divulgou o ex-BES Investimento em informação ao mercado.

No relatório e contas do primeiro semestre disponibilizado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o banco detido pelo grupo chinês Haitong dá conta do agravamento dos prejuízos, justificando com as medidas que levou a cabo até junho para "reestruturar e reposicionar o negócio com o objetivo de transformar a instituição num banco de investimento autossuficiente", o que, diz, agravou os gastos, com custos de reestruturação, desde logo para saídas de trabalhadores, e penalizou as receitas.

O Haitong refere ainda que o resultado foi penalizado por "imparidades no semestre no montante de 38 milhões de euros, acima dos três milhões de euros verificados no período homólogo de 2016".

O banco referiu ainda que o resultado operacional foi negativo em 54 milhões de euros, face aos 16 milhões de euros no mesmo período de 2016, mas que o resultado teria sido negativo em 19 milhões sem contar com os custos de reestruturação.

Quanto ao ativo total, este desceu em termos homólogos 15% para 4,0 mil milhões de euros no final de junho, enquanto o produto bancário caiu 43,3% para "35,9 milhões de euros (incluindo 10,5 milhões de euros de sinergias".

Aquando do regaste do Banco Espírito Santo (BES), em agosto de 2014, o BES Investimento foi integrado no Novo Banco, tendo sido vendido em setembro de 2015 ao grupo chinês Haitong por 379 milhões de euros e denominado Haitong Bank.

Mesmo após a venda, o ex-BES Investimento continuou com José Maria Ricciardi como presidente executivo, que saiu de funções em dezembro de 2016, tendo ficado a comissão executiva sob a liderança de Hiroki Miyazato, que já era o presidente do Conselho de Administração.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon