Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Homem acusado de rapto de menina em França admite que esta esteve no seu carro

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/09/2017 Administrator

O homem acusado do sequestro de uma lusodescendente de nove anos em França admitiu que a menina esteve no interior do seu veículo, indicou o seu advogado, Bernard Méraud, à agência France-Presse.

"Ele declarou que a menina entrou no seu veículo com um rapaz, no assento traseiro, para ver se o cão [do suspeito] estava no porta-bagagem", disse o advogado, reconhecendo que uma amostra de ADN, correspondente provavelmente ao de Maëlys, foi encontrado "no painel de controlo" da viatura.

Uma semana após o desaparecimento da menina, em Pont-de-Beauvoisin, uma localidade dos Alpes (sudeste), o suspeito, uma das duas pessoas detidas e libertadas neste caso, foi acusado de rapto e ficou em prisão preventiva.

A menina, Maëlys de Araújo, estava com a família num casamento em Pont-de-Beauvoisin, a 85 quilómetros de Lyon, no sudeste de França, no passado dia 27 de agosto, quando desapareceu.

O primeiro homem preso no âmbito desta investigação era convidado do casamento onde a menina estava e foi detido na passada quinta-feira, mas depois libertado.

A segunda detenção ocorreu um dia depois, na passada sexta-feira, e tinha como objetivo investigar as declarações feitas pelo suspeito (de 34 anos) e que apresentavam contradições, segundo noticiou na semana passada o jornal Le Figaro.

A prisão preventiva sustenta-se nos "resultados" obtidos nas provas encontradas pela polícia científica em alguns pertences do suspeito que tinham sido examinados, indicou o Ministério Público.

Sem confirmação oficial, o jornal "Dauphine Liberé" avançou que se trata de restos de ADN da menina encontrados no interior do carro do suspeito.

Durante o interrogatório, o suspeito negou ser responsável pelo desaparecimento da menor quando foi confrontado com estas provas.

A menina continua em paradeiro desconhecido. As autoridades inspecionaram vários lagos nos arredores de Pont-de-Beauvoisin, o lugar onde se celebrou a boda na noite de 26 para 27 de agosto, quando a menina desapareceu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon