Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Homem condenado nos EUA por desaparecimento de duas irmãs em 1975

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/09/2017 Administrator

Um homem de 60 anos foi condenado a duas penas de prisão de 48 anos pelo homicídio de duas irmãs que desapareceram num centro comercial em Maryland, Estados Unidos, há mais de 40 anos.

Lloyd Lee Welch Jr. declarou-se esta terça-feira culpado das duas acusações de homicídio de primeiro grau, em 1975, de Sheila e Katherine Lyons, então com 12 e 10 anos.

Welch foi condenado na mesma audição, durante a qual recebeu também uma sentença de 12 anos por dois outros casos de abusos sexuais em Prince William County, Virginia.

O advogado do suspeito insistiu que o homem não abusou sexualmente nem matou as raparigas.

As irmãs Lyon desapareceram no dia 25 de março de 1975, depois de caminharem até a um centro comercial perto da sua casa, em Kensington, Maryland.

Na ocasião, as buscas intensivas produziram poucas provas, e as autoridades precisaram de quase quatro décadas para se virarem para Welch, que entretanto já tinha acumulado um longo cadastro criminal e estava a cumprir uma pena de prisão em Delaware por molestar sexualmente uma rapariga de 10 anos.

Num acordo com a acusação, Welch admitiu o seu envolvimento no rapto das irmãs, mas continuou a negar abusos sexuais ou ter participado na morte.

Os pais das duas crianças agradeceram às autoridades de Maryland e Virginia pela resolução do caso.

Welch foi acusado em 2015 depois de detetives de casos encerrados se terem apercebido de uma semelhança surpreendente entre um desenho no processo e uma fotografia de Welch do final da década de 1970.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon