Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Hrádecky proposto ao Benfica, mas há um grande problema

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/08/2017 Hugo Monteiro
© Kai Pfaffenbach/Reuters

Lukas Hrádecky foi sugerido ao Benfica como possibilidade para resolver a recomposição do núcleo de guarda-redes do plantel. Mas não ganha pouco...

Lukas Hrádecky foi sugerido ao Benfica como possibilidade para resolver a recomposição do núcleo de guarda-redes do plantel, mas o avultado salário do internacional finlandês será sempre um obstáculo complicado de transpor. Já Bruno Hubner, diretor desportivo do Eintracht Frankfurt, clube a que o guardião está vinculado até junho de 2018, disse estar "aberto a ofertas até 31 de agosto".

Hrádecky termina contrato em junho da próxima temporada e, por essa razão, a posição negocial do Eintracht está fragilizada. Até porque, após várias tentativas de acordo com o pai do atleta, seu representante, ainda não há renovação à vista. Aliás, nos últimos tempos a Imprensa de Frankfurt tem dado a entender que as posições estão algo extremadas no que a uma renovação diz respeito, falando-se que o finlandês, também com nacionalidade eslovaca, estará a exigir 4,5 milhões/ano, enquanto o Eintracht só está disposto a dar-lhe um novo salário de 2,8 milhões. Os responsáveis do Eintracht têm já demonstrado algum desespero pela demora num acordo, como deu a entender o diretor desportivo Fredi Bobic, em junho passado: "O tempo para conversas profundas terminou." E, de lá para cá, pouco parece ter mudado. No final do estágio da equipa na Suíça, anteontem, o técnico Niko Kovac confirmou-o, dizendo que "um negócio apenas é bom quando ambas as partes estão satisfeitas, o que ainda não é o caso".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon