Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Hugo Miguel quer final da Taça "com o mínimo de paragens possível"

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/05/2017 Ana Proença

Hugo Miguel, árbitro do Benfica-V. Guimarães, e os dois videoárbitros, Jorge Sousa e Artur Soares Dias, comentaram a introdução da nova tecnologia. Prometem "jogo à antiga".

Para Hugo Miguel, há 21 anos na arbitragem, a final da Taça de Portugal de domingo próximo, entre Benfica e V. Guimarães, vai ser especial. "Sempre foi um sonho dirigir uma final da Taça de Portugal", afirmou ao site da FPF.

O árbitro de Lisboa espera um jogo com "o mínimo de paragens possível". "Estou ciente de que o público está à espera de grandes alterações, mas a equipa de arbitragem vai dar o melhor para que seja um jogo à antiga. Que a ajuda dos meios tecnológicos seja uma situação clara, evidente, benéfica para o futebol", afirmou.

© Gustavo Bom / Global Imagens

Hugo Miguel explicou ainda como funcionará o videoárbitro, na sua estreia em Portugal em jogos oficiais: "Há dois tipos de comunicação que podem ser feitas. O videoárbitro ooderá dizer ao árbitro que a sua decisão está errada e tem de a alterar ou também deixar apenas a sugestão ao árbitro de ver as imagens. Então, ele tem de se deslocar a uma zona neutra onde está uma televisão com imagens escolhidas pelo videoárbitro e em casos mais subjetivos o árbitro pode visualizar e, se entender, modificar a decisão".

Jorge Sousa, um dos dois videoárbitros da final da Taça, está seguro de que o videoárbitro "vai ajudar a trazer mais justiça e verdade desportiva" ao futebol, sendo certo também que "desengane-se quem achar que o videoárbitro é um medicamento milagroso milagroso para acabar com as polémicas do futebol".

Já Artur Soares Dias, o segundo videoárbitro referiu: "É uma ferramenta nova que vai precisar de um período de adaptação a todos os árbitros. O objetivo é mínimo impacto, máximo benefício".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon