Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

IAAF rejeita retirada dos 50 quilómetros marcha do programa dos Jogos

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/04/2017 Hugo Monteiro
Sebastian Coe, presidente da IAAF © Paul Childs/Reuters Sebastian Coe, presidente da IAAF

Direção da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), reunida em Londres, rejeitou, por unanimidade, a proposta do Comité Olímpico Internacional.

A direção da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF), reunida em Londres, rejeitou, por unanimidade, a proposta do Comité Olímpico Internacional (COI) para suprimir os 50 quilómetros marcha do programa oficial dos Jogos Olímpicos.

A distância longa da marcha, da qual a portuguesa Inês Henriques é recordista mundial no setor feminino, continuará assim no programa de competição em Tóquio2020.

Os 50 quilómetros marcha, uma prova que até agora só se disputa na vertente masculina, fazem parte do programa olímpico desde Los Angeles1932.

"O Conselho concordou não propor a retirada da qualquer disciplina do atual programa olímpico, dado que os atletas já levam um ano de preparação para os Jogos de 2020. Qualquer iniciativa do género será referente ao seguinte ciclo olímpico", explicou a IAAF.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon