Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Inês de Medeiros deixou direção do Teatro da Trindade sendo subsituída pelo diretor-adjunto

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/10/2017 Administrator

A diretora do Teatro da Trindade, Inês de Medeiros, cessou hoje funções para assumir a presidência da Câmara Municipal de Almada, sendo substituída no cargo pelo atual diretor-adjunto, Hugo Palito, disse à Lusa fonte oficial da Fundação Inatel.

Inês de Medeiros assumiu o cargo de diretora do Teatro da Trindade, em Lisboa, e de vice-presidente da Fundação Inatel em janeiro de 2016. No passado dia 01 de outubro foi eleita presidente da Câmara Municipal de Almada, cargo cuja tomada de posse se realiza no sábado, tendo terminado hoje funções na direção do Teatro e na administração da Fundação Inatel.

De acordo com fonte oficial da fundação, a direção do Teatro da Trindade é agora assumida por Hugo Paulito, atual diretor-adjunto, enquanto o cargo de vice-presidente fica por preencher.

Inês de Medeiros destacou-se como atriz em filmes como "Casa de Lava", "Ossos" e "Sangue", de Pedro Costa, "Tempos Difíceis", "Aqui na Terra" e "No Dia dos Meus Anos", de João Botelho, e "Uma Pedra no Bolso", de Joaquim Pinto.

"A Culpa", filme dirigido por seu pai, António Victorino d'Almeida, em 1980, quando tinha 12 anos, e "Sem Sombra de Pecado", de José Fonseca e Costa, rodado em 1983, marcaram a sua entrada no cinema, como atriz.

Na realização estreou-se com a curta-metragem "Senhor Jerónimo", em 1998, seguindo-se "O Fato Completo ou à Procura de Alberto" e o documentário "Cartas a Uma Ditadura".

Abordou igualmente o género documental para episódios de séries francesas como "Écuris extraordinaires", com uma produção dedicada à escola equestre portuguesa, e "L'Europe des Écrivains", com um filme em torno de Mário de Carvalho, Lídia Jorge, Gonçalo M. Tavares e Mia Couto.

Foi eleita deputada do Partido Socialista, pela primeira vez, em 2009, pelo círculo de Lisboa. Manteve-se neste grupo parlamentar, após as eleições legislativas de 2011 (círculo de Lisboa) e 2015 (Setúbal), até janeiro de 2016, altura em que assumiu as funções diretivas na Fundação Inatel.

No parlamento, fez parte, entre outras, das comissões de Cultura, Educação, Ética, Assuntos Europeus, Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, Trabalho, Segurança Social e Administração Pública, e das comissões parlamentares de inquérito à celebração de contratos de gestão de risco financeiro (swaps), por empresas do setor público, e do chamado "Caso Camarate".

O Teatro das Trindade comemora 150 anos no próximo dia 30 de novembro.

A atual temporada do teatro fica marcada pela duplicação do orçamento, na ordem dos 350 mil euros, e pelo regresso da casa de espetáculos à produção própria, algo que não acontecia desde 2013.

Em novembro, de 10 a 12, a Sala Estúdio do teatro é palco de "The End", espetáculo de Cátia Pinheiro, José Nunes e André Godinho que cruza as linguagens do Teatro e do Cinema, no âmbito da programação do Festival Temps D'Images.

A partir de dia 17, a Sala Eça acolhe "Todo o Mundo é um Palco", espetáculo sobre a nova cidade de Lisboa, com encenação de Beatriz Batarda e Marco Martins, com a colaboração de Victor Hugo Pontes.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon