Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Batalha defende a concretização urgente do Programa Nacional de Fogo Controlado

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/10/2017 Administrator

O Município da Batalha defendeu hoje a concretização urgente do Programa Nacional de Fogo Controlado e apresentou medidas para a gestão preventiva da floresta.

Numa nota enviada à Agência Lusa, a Câmara da Batalha refere que foi enviada uma carta ao primeiro-ministro e aos ministros da Agricultura e Ambiente, onde o presidente daquela autarquia, Paulo Batista Santos (PSD), recorda que "a tragédia dos incêndios florestais este ano foi transversal à generalidade do território nacional, flagelo a que não escapou o concelho da Batalha".

O autarca adiantou que se registaram dois fogos florestais, nos dias 15 e 16 de outubro, "embora sem a dimensão ou graves consequência que afetaram outros territórios".

Para Paulo Batista Santos essa menor gravidade foi resultado das "medidas preventivas de gestão dos combustíveis, realizadas no âmbito do projeto-piloto 'Prevenir Já', desenvolvido em parceria com o Grupo de Intervenção Proteção e Socorro da GNR".

Citado pela nota de imprensa, o autarca referiu nessa carta que "as circunstâncias de exceção registadas este ano ao nível dos incêndios, interpelam a todos na procura de medidas e ações que possam minimizar riscos futuros, em linha com as medidas já apresentadas no âmbito da Reforma da Florestas e contributos para a atualização do Plano Nacional de Defesa da Floresta Contra Incêndios".

Paulo Batista Santos sugeriu ao Governo propostas concretas sobre o Programa Nacional de Fogo Controlado (PNFC), "criado através da Resolução do Conselho de Ministros n.º 59/2017, de 08 de maio", com o objetivo da "mitigação dos incêndios, no âmbito da proteção dos recursos florestais e em resultado das dificuldades que identificamos na gestão preventiva da floresta".

Neste documento, o presidente salientou a "urgência em cumprir as metas e atingir os objetivos preconizados no PNFC, garantindo a execução da área intervencionada definida para cada distrito".

O autarca identifica ainda como objetivo prioritário "a realização das redes de gestão de combustíveis e a sua manutenção, com recurso ao empenhamento do GIPS e da FEB [Força Especial de Bombeiros], entidades que integram o SDFCI [Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios], reduz significativamente o custo da sua execução, favorecendo o uso eficaz dos recursos e potenciando o aumento da área executada por cada dia de operação, melhorando assim a utilização dos recursos públicos existentes".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon