Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Castelo Branco e Santarém são os distritos que mais preocupam a Proteção Civil

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/07/2017 Administrator

Os incêndios que lavram no distrito de Castelo Branco e na zona de Mação, distrito de Santarém, são aqueles que durante esta noite concentram uma maior atenção por parte da Proteção Civil.

Pelas 01:40 de hoje registavam-se cinco incêndios ativos e uma mobilização de 1.678 operacionais, apoiados por 534 veículos, segundo adiantou à agência Lusa a adjunta de operações da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) Patrícia Gaspar.

"Neste momento é difícil distinguir qual será o incêndio mais preocupante, mas o da Sertã é aquele que concentra um maior número de meios (1.012 operacionais). Este incêndio atinge o concelho da Sertã, o de Proença à Nova e o de Mação, já no distrito de Santarém", referiu.

Patrícia Gaspar destacou ainda o incêndio que lavra na localidade de Vale de Coelheiros, também no distrito de Castelo Branco, que mobiliza 446 operacionais e 147 meios terrestres e um que deflagrou já esta noite no concelho de Nisa, distrito de Portalegre, que está a ser combatido por 89 bombeiros e 27 veículos.

"Neste momento estamos com todos os incêndios ativos. Aquilo que estamos a contar é que a noite possa ser aqui uma boa janela de oportunidade para conseguirmos inverter o desenvolvimento destes incêndios. Já não digo dominar, mas pelo menos conseguir reverter esta tendência que tem sido de uma evolução desfavorável", sublinhou.

A responsável da ANPC referiu ainda que durante o dia de terça-feira, na sequência dos incêndios que lavraram em Portugal Continental, houve o registo de oito feridos leves, a maioria devido à inalação de fumos.

"O que eu posso dizer é que durante o dia de hoje o grande desafio foi encontrar um equilíbrio no combate direto das chamas e a proteção às populações. Não tivemos vítimas a registar e isso para nós é um ponto de honra", concluiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon