Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Combate reforçado para os 230 operacionais em Ribeira de Pena

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/08/2017 Administrator

O combate ao fogo que deflagrou sábado em Vilela, Ribeira de Pena, foi reforçado para os 230 operacionais e 70 viaturas, mantendo-se encerrado ao trânsito o troço da Autoestrada 7 (A7) até ao Arco de Baúlhe.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que a A7 está cortada ao trânsito desde as 18:53 entre os nós de Ribeira de Pena e o Arco de Baúlhe, não se prevendo hora para a sua reabertura.

Este fogo deflagrou às 16:55 de sábado, na zona de Vilarinho, em Ribeira de Pena, e para o combate estão mobilizados cerca de 230 operacionais e mais de 70 viaturas.

O presidente da Câmara de Ribeira de Pena, Rui Vaz Alves, já disse que a prioridade é defender as povoações mais próximas da linha de fogo e, segundo o autarca, foram preparados os meios necessários para, caso seja necessário, retirar pessoas.

Os operacionais estão a ser estrategicamente colocados junto a localidades, como Formozelos, para travar a progressão das chamas em direção à aldeia.

O incêndio lavra em mato e pinhal, numa zona de relevo difícil e com poucos acessos.

Este concelho do distrito de Vila Real tem sido afetado por vários incêndios nos últimos dias. Na terça-feira, um fogo queimou uma vasta área de pinhal adulto. No sábado, foram contabilizadas quatro ocorrências, mantendo-se ativo apenas o fogo de começou em Vilarinho.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon