Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Fogo obriga a corte da circulação na A25 junto à Guarda

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/07/2017 Administrator

A circulação automóvel está cortada na A25, no troço Guarda-Vilar Formoso, e na EN16, devido ao incêndio que lavra na zona da Guarda desde segunda-feira, disse hoje à Lusa fonte do Comando Territorial da GNR.

O trânsito foi interrompido por volta das 15:30 devido ao avanço das chamas na zona de Leomil (concelho de Almeida), disse a mesma fonte.

A Guarda Nacional Republicana aconselha como alternativa a circulação na EN340, que liga Almeida a Pinhel.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda confirmou à Lusa que a situação se agravou nas últimas horas, tendo-se verificado uma reativação na área da localidade de Castanheira, no concelho da Guarda, e outra próximo da aldeia de Freixo, no concelho de Almeida.

Segundo o CDOS da Guarda, as chamas, que começaram na segunda-feira pelas 13:15 em Rochoso, no concelho da Guarda, evoluíram para os concelhos vizinhos de Almeida, Pinhel e Sabugal.

Pelas 15:50, o fogo rural estava a ser combatido por 415 operacionais, 134 viaturas e três meios aéreos, segundo informação disponibilizada na página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

No distrito da Guarda registam-se mais dois incêndios, um em Murça, Vila Nova de Foz Côa, que envolve no seu combate 40 homens e 12 viaturas, e outro em Ribamondego, Gouveia, que está a ser combatido por 30 homens, oito viaturas e um meio aéreo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon