Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Fotojornalista português em Macau doa receita de venda de livros

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/10/2017 Administrator

O fotojornalista português Gonçalo Lobo Pinheiro vai doar a receita da venda de 40 exemplares do seu livro "Macau 5.0" à população afetada pelos incêndios em Góis, ocorridos em meados deste mês.

Depois dos incêndios de junho, o concelho de Góis, de onde é originária a família paterna do fotógrafo, voltou a ser afetado em outubro, podendo a área ardida "ascender aos cinco mil hectares, com forte incidência nas manchas florestais, objeto de exploração económica, tendo atingido de forma violenta 40 aglomerados populacionais", indicou Gonçalo Lobo Pinheiro.

Cada exemplar do livro, que exibe 300 fotografias a preto e branco da Macau contemporânea e tem prefácio do escritor português José Luís Peixoto, custa 250 patacas (25 euros).

As centenas de incêndios que deflagraram a 15 de outubro, o pior dia de fogos do ano segundo as autoridades, provocaram 45 mortos e cerca de 70 feridos, perto de uma dezena dos quais graves.

Os fogos obrigaram a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas, sobretudo nas regiões Norte e Centro.

Esta é a segunda situação mais grave de incêndios com mortos em Portugal, depois de Pedrógão Grande, em junho deste ano, em que um fogo alastrou a outros municípios e provocou, segundo a contabilização oficial, 64 mortos e mais de 250 feridos.

Nascido em Lisboa, em 1979, Gonçalo Lobo Pinheiro colaborou com vários órgãos de comunicação social e é atualmente coordenador fotográfico da Revista Macau, do Gabinete de Comunicação Social do Governo da Região Administrativa Especial de Macau.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon