Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Jesus não ficou indiferente e deixou recado aos políticos

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/10/2017 Hugo M. Monteiro

Treinador do Sporting espera que "quem manda saiba mandar".

© Filipe Amorim / Global Imagens

Jorge Jesus também não ficou indiferente aos incêndios que devastaram o país no passado domingo, deixando 41 pessoas sem vida e outras tantas feridas.

Numa altura em que a UEFA voltou a permitir um minuto de silêncio nos jogos com equipas portuguesas e espanholas - também a Galiza foi afetada por inúmeros incêndios no passado domingo -, o treinador do Sporting congratulou a decisão do organismo e deixou um recado forte aos "políticos".

"Não há uma pessoa portuguesa que esteja à margem disto. Toca-nos a todos. Não tenho capacidade para poder ter uma opinião sobre o assunto, sobre por que razão é tão fácil acontecer isto em Portugal. O nosso coração dói, mais os dos familiares das vítimas. Como ignorante daquilo que seja possível fazer, a única coisa a fazer é dar a minha opinião e dizer aos políticos para que sejam mais práticos e menos teóricos. Todos os ramos de todas as atividades são muito teóricos e pouco práticos. Nos fogos devemos ouvir as pessoas que conhecem os terrenos e que sabem o que é prevenir e poder antecipar o que aconteceu. Acho que é importante, mas isso fica para quem manda, e espero que quem manda saiba mandar", finalizou, em declarações à Sporting TV.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon