Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Luto nacional e combate a fogos adiam cerimónias do Dia do Exército em Guimarães

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/10/2017 Administrator

O Exército decidiu hoje adiar, sem nova data, as cerimónias comemorativas programadas para esta semana em Guimarães, devido ao luto nacional decretado pelo Governo e a pedidos de mais meios para apoiar o combate aos incêndios.

"Devido ao luto nacional e por ter sido solicitado o empenhamento do Exército no apoio ao combate de incêndios florestais em ações de rescaldo e vigilância foram adiadas as comemorações relativas ao Dia do Exército", disse à agência Lusa o porta-voz do ramo.

As comemorações do Dia do Exército iriam decorrer este ano em Guimarães entre 18 e 22 de outubro, com um programa com demonstrações de capacidades militares, exposições, conferências, momentos culturais e atividades "orientadas" para o recrutamento.

O luto nacional foi decretado por três dias, de terça a quinta-feira.

Segundo a mesma fonte, a única vertente do programa que se deverá manter são as consultas médicas à população, que abrangem várias especialidades. A missa de Ação de Graças e Sufrágio, na Igreja de São Francisco, domingo, também deverá manter-se, adiantou.

As cerimónias comemorativas do Dia do Exército, que se assinala em 24 de outubro, foram adiadas sem nova data, acrescentou.

As centenas de incêndios que deflagraram no domingo, o pior dia de fogos do ano segundo as autoridades, provocaram pelo menos 35 mortos e dezenas de feridos, além de terem obrigado a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon