Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Macron diz-se solidário com "amigos portugueses"

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/10/2017 Administrator

O Presidente francês, Emmanuel Macron, dirigiu hoje, em Bruxelas, uma "palavra de solidariedade aos amigos portugueses" devido aos incêndios que no fim de semana causaram mais de 40 mortos e apelou à criação de uma proteção civil europeia.

"Quero deixar uma palavra de solidariedade aos nossos amigos portugueses, após os terríveis incêndios que tornaram a assolar o país, causando numerosos mortos", disse Macron, à entrada do Conselho Europeu.

O Presidente francês defendeu ainda uma União Europeia que esteja "ao lado de Portugal" e que, em consequência destes acontecimentos, se empenhe "a partir de agora no apoio à criação de uma força de proteção civil europeia".

As centenas de incêndios que deflagraram no domingo, o pior dia de fogos do ano segundo as autoridades, provocaram 42 mortos e cerca de 70 feridos, mais de uma dezena dos quais graves.

Os fogos obrigaram a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas, sobretudo nas regiões Norte e Centro.

O Governo decretou três dias de luto nacional, entre terça-feira e quinta-feira.

Esta é a segunda situação mais grave de incêndios com mortos este ano, depois de Pedrógão Grande, em junho, em que um fogo alastrou a outros municípios e provocou, segundo a contabilização oficial, 64 mortos e mais de 250 feridos.

Registou-se ainda a morte de uma mulher que foi atropelada quando fugia deste fogo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon