Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Marcelo visita economia destruída em Oliveira do Hospital e quer rapidez nos apoios

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/10/2017 Administrator

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, percorreu hoje as áreas ardidas do concelho de Oliveira do Hospital, tendo visitado empresas cujas instalações foram destruídas pelo fogo.

Antes de fazer uma comunicação ao país, a partir dos Paços do Concelho da cidade, na sequência dos incêndios dos últimos dias, o Presidente da República procurou inteirar-se da dimensão da tragédia, incluindo alguns dos principais danos na economia local.

Na zona industrial, Marcelo Rebelo de Sousa visitou uma unidade têxtil que empregava mais de 50 trabalhadores e que foi completamente destruída pelas chamas, no domingo.

"Que venha alguma coisa para Oliveira do Hospital", afirmou um responsável da firma J. Guerra, Cláudio Guerra, realçando a necessidade das ajudas públicas para que a laboração seja retomada.

Importa que os apoios cheguem às empresas afetadas e que "seja rápido", defendeu o chefe de Estado, que visitou depois o dono de uma empresa de revenda de frutas, na estrada da Beira (EM 17).

Rogério Brito disse ao Presidente da República que a unidade empregava 11 pessoas e foi também destruída pelo fogo, bem como oito viaturas.

"Tenho seguro do recheio, mas não tenho do edifício", admitiu.

O Presidente da República e o presidente da Câmara, José Carlos Alexandrino, tentaram confortar o empresário com o compromisso de que as ajudas não faltarão.

"Vamos ver", disse Rogério Brito, ao que Marcelo Rebelo de Sousa respondeu: "Vamos ver, não".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon