Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Mira pede suspensão das doações de bens materiais

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/10/2017 Administrator

A Câmara de Mira pediu hoje que seja suspensa a entrega de bens após os incêndios de domingo, já que a "onda de solidariedade" foi muito significativa e "acima das expectativas".

"Agradecemos todos os bens essenciais que nos têm chegado nesta última semana. No entanto, a onda de solidariedade foi tão significativa, muito acima das expectativas que tínhamos, que neste momento vimos pedir para que não façam chegar mais bens materiais, pelo menos até fazermos uma triagem do material existente e se verificar a necessidade de algum bem em falta", lê-se numa mensagem publicada no Facebook pelo Contrato Local de Desenvolvimento Social.

A mesma nota recorda que a população pode fazer donativos "através da conta solidária gerida pela Câmara Municipal de Mira e Juntas de Freguesia do concelho".

As centenas de incêndios que deflagraram no domingo, o pior dia de fogos do ano segundo as autoridades, provocaram 44 mortos e cerca de 70 feridos, mais de uma dezena dos quais graves.

Os fogos obrigaram a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas, sobretudo nas regiões Norte e Centro.

Esta é a segunda situação mais grave de incêndios com mortos em Portugal, depois de Pedrógão Grande, em junho deste ano, em que um fogo alastrou a outros municípios e provocou, segundo a contabilização oficial, 64 vítimas mortais e mais de 250 feridos. Registou-se ainda a morte de uma mulher que foi atropelada quando fugia deste fogo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon