Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Município da Marinha Grande e Autoridade de Saúde controlam qualidade de água

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/10/2017 Administrator

O Município da Marinha Grande e a Autoridade de Saúde estão a tomar medidas excecionais de controlo de qualidade da água para consumo humano na sequência do incêndio que afetou recentemente o concelho, anunciou hoje a autarquia.

De entre as medidas de exceção, faz parte a verificação semanal dos níveis de cloro na rede, que em condições normais é avaliada mensalmente, adianta uma nota de imprensa.

Segundo o Município, vai ainda "proceder-se à elaboração de um Plano de Controlo Operacional específico que vigore até ao final de 2017 e monitorize os parâmetros chumbo, ferro, alumínio, manganês, arsénio, oxidabilidade e condutividade, numa primeira fase".

"Os resultados destas medidas adicionais seguirão os mesmos procedimentos do Plano de Controlo da Qualidade da Água para Consumo Humano", acrescenta a mesma nota.

A autarquia anunciou ainda que o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil da Marinha Grande foi desativado às 16:45 de quarta-feira, por decisão da Comissão Municipal de Proteção Civil.

O Município da Marinha Grande recorda que o plano foi ativado pelas 23:40 de domingo, na sequência do incêndio que deflagrou às 14:23, do mesmo dia, na Burinhosa, concelho de Alcobaça, e que, nessa tarde, se alastrou ao concelho da Marinha Grande.

Em nota de imprensa, a Câmara revela que o incêndio consumiu 9.480 hectares de área, equivalente a 54% do território do concelho e 86% da Mata Nacional de Leiria - Pinhal do Rei.

A Comissão Municipal de Proteção Civil reuniu na quarta-feira com as várias entidades envolvidas no incêndio, tendo sido feito o balanço das operações. "O trabalho em parceria foi enaltecido por todos e permitiu a salvaguarda da vida de todas as pessoas atingidas pelo incêndio".

O presidente da Câmara, Paulo Vicente, agradeceu "reconhecidamente aos corpos de bombeiros do concelho e às corporações de outros municípios, bem como a todas as restantes entidades intervenientes nas operações".

Mereceram ainda destaque a ação dos funcionários da Câmara e dos "muitos voluntários que estiveram nas instalações municipais e nos quartéis a preparar as refeições fornecidas aos bombeiros, bem como a todos os outros que, de qualquer forma, prestaram ajuda e socorro ao próximo".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon