Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Município da Marinha Grande preocupado com falta de vigilância do ICNF

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/10/2017 Administrator

O presidente da Câmara da Marinha Grande, Paulo Vicente, disse hoje à agência Lusa que está "preocupadíssimo" com a falta de vigilância do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas ao rescaldo do incêndio que deflagrou no dia 15.

Paulo Vicente, que hoje dará lugar à presidente recém-eleita, Cidália Ferreira, revelou que tem feito vários contactos para o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) "e que nunca atendem".

"Estamos preocupadíssimos. O ICNF tem a responsabilidade da vigilância após o rescaldo dos incêndios e não o está a fazer. Se não têm pessoal, contratem-nos, porque nós também não temos. Os nossos bombeiros estão exaustos", salientou o autarca.

Hoje, pelas 11:30, registou-se um novo reacendimento na zona da praia das Pedras Negras, em S. Pedro de Moel, no concelho da Marinha Grande. "Ainda há algumas zonas verdes por arder", justificou.

Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro, às 12:35, estavam no local 82 bombeiros, apoiados por 21 viaturas e um meio aéreo. "Estão mais dois [meios aéreos] a caminho", informou a mesma fonte.

Nesta zona já se tinham registado reacendimentos no domingo e na segunda-feira.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon