Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Presidente diz que ajuda da UE é uma boa notícia caso se confirme

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/10/2017 Administrator

Tondela, Viseu 19 out (Lusa) - O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, considerou hoje "uma boa notícia" a ajuda vinda da União Europeia para fazer face à tragédia dos incêndios, caso esta realmente se venha a verificar.

"Hoje tivemos a notícia, aparentemente boa, que a União Europeia está sensível, que a Comissão Europeia está sensível para esta tragédia. Está sensível a abrir um regime especial, como já aconteceu no caso de tragédias de outros países da Europa, nomeadamente no sul da Europa, anos atrás", referiu o chefe de Estado, numa visita ao concelho de Tondela, na qual passou das áreas mais fustigadas pelos incêndios de domingo e segunda-feira.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, anunciou hoje que o executivo comunitário vai "acionar todos os instrumentos de solidariedade" para com Portugal e Espanha.

"Isso significa, portanto, uma disponibilidade para entender o que vai ser necessário gastar, para apoiar aqueles que estão a reconstruir estas terras. Isso é uma boa notícia, se se confirmar, mas é evidente que o tempo corre", apontou o Presidente.

Mais tarde, já em Santa Comba Dão, Marcelo Rebelo de Sousa voltou a este tema, explicando que o comissário europeu responsável "abriu uma porta para que o que vier a ter de ser mobilizado financeiramente por causa destas tragédias não seja contabilizado como penalizador para o défice estrutural português".

"Se isto se confirmar, então em boa hora o primeiro-ministro [António Costa] está no Conselho Europeu e está a lutar por esta causa porque isso significa que a Europa percebeu como esta é uma situação totalmente anormal e totalmente extraordinária, no mau sentido do termo, para Portugal e para os portugueses", enalteceu.

Marcelo Rebelo de Sousa, em Tondela, tinha evidenciado que tem a noção de que "não é só a mancha verde que tem de ser refeita e bem refeita", mas também "as atividades produtivas que sofreram, as atividades empresariais que não podem parar, os empregos que não podem ser comprometidos e as reconstruções".

"E são muitas primeiras habitações, mais do que o que eu pensava", acrescentou.

No concelho de Tondela, o Presidente da República deixou uma palavra de esperança para com a terra e as suas gentes que, já ao longo dos séculos, resistiu a desafios.

"E vai continuar a resistir e a avançar para o futuro ultrapassando esta situação. É bom que esta mensagem vá daqui para todos os responsáveis de todo o pais, nomeadamente do país urbano e metropolitano que nem sempre compreende o que se passa neste país", concluiu.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon