Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Quase meia centena de concelhos em risco 'máximo'

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/07/2017 Administrator

Quase meia centena de concelhos de oito distritos de Portugal continental estão hoje em risco 'máximo' de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o Instituto, estão hoje em risco 'máximo' de incêndio cerca de meia centena de concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Santarém, Coimbra Guarda, Bragança e Vila Real.

ÀS 06:25, de acordo com a página da Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) estavam em curso quatro fogos, num total de 14 ativos.

O fogo que deflagrou no domingo em Alijó, Vila Real, tinha no terreno 586 bombeiros e 182 meios terrestres e era àquela hora o que mais meios disponibilizava.

O incêndio em Mangualde, Viseu, tinha a combatê-lo 473 operacionais e 142 meios, o da Guarda tinha 308 bombeiros e 103 meios. Ambos deflagraram na segunda-feira.

Com menos meios no terreno estava, às 06:30, em curso um fogo em Vila Nova de Foz Côa, mobilizando cerca de 40 bombeiros no total.

Entretanto o fogo que deflagrou na segunda-feira em Oleiros, Castelo Branco, foi dado como estando em resolução durante a madrugada, contido mantêm-se no terreno 286 elementos.

Ainda no que diz respeito ao risco de incêndio, o IPMA dava conta de vários concelhos com risco 'elevado' e 'muito elevado' em todos os 18 distritos de Portugal Continental.

O Instituto colocou também em risco 'muito elevado' e 'elevado' de incêndio vários concelhos da ilha da Madeira.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre "reduzido" e "máximo".

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje nas regiões do Norte e Centro céu pouco nublado, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral, aumentando de nebulosidade no interior a partir do final da tarde e períodos de chuva fraca ou chuvisco no litoral.

A previsão aponta ainda para vento em geral fraco do quadrante oeste, soprando moderado nas terras altas, neblina ou nevoeiro matinal, em especial no litoral, descida da temperatura mínima nas regiões do interior e da máxima.

Na região sul prevê-se céu pouco nublado, apresentando períodos de maior nebulosidade até meio da manhã, vento em geral fraco do quadrante oeste, soprando temporariamente moderado no litoral, a partir do início da tarde, e nas terras altas.

Está também prevista neblina ou nevoeiro matinal e pequena descida da temperatura mínima nas regiões do interior e da máxima.

Na Madeira prevê-se períodos de céu muito nublado, apresentando-se em geral pouco nublado nas vertentes sul da ilha durante a tarde, possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos nas vertentes norte até ao início da manhã, vento fraco a moderado do quadrante norte e descida de temperatura nas terras altas.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre os 18 e os 26 graus Celsius, no Porto entre 17 e 23, em Vila Real entre 15 e 28, em Bragança entre17 e 33, em Viseu entre 13 e 26, na Guarda entre 14 e 29, em Coimbra entre 16 e 25, em Castelo Branco entre 15 e 33, em Portalegre entre 17 e 31, em Santarém entre 17 e 30, em Évora entre 13 e 34, em Beja entre 14 e 34 e em Faro entre 21 e 32.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon