Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Região da Guarda sem restrições rodoviários devido aos fogos

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/07/2017 Administrator

As estradas dos concelhos de Guarda, Almeida, Pinhel e Sabugal estão hoje todas transitáveis e não existem limitações devido ao incêndio de grandes dimensões que afeta a região desde segunda-feira, disse à agência Lusa fonte da GNR.

"Não há estradas cortadas, nem condicionadas, na zona [afetada pelos incêndios], porque o combate [às chamas] tem evoluído favoravelmente", segundo fonte da GNR que está no terreno.

Pelas 00:15, a fonte adiantou à Lusa que "a situação mais sensível" em termos de incêndios, verificava-se na zona de Miuzela do Côa, no concelho de Almeida, que tinha o fogo nas suas proximidades.

No entanto, referiu que as chamas "estão longe da povoação e não há pessoas nem habitações em perigo".

Pelas 00:45 o fogo rural que começou na segunda-feira pelas 13:15 em Rochoso, no concelho da Guarda, e evoluiu para os concelhos vizinhos de Almeida, Pinhel e Sabugal, estava a ser combatido por 624 operacionais e 200 viaturas, segundo informação disponibilizada na página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Segundo a fonte, o outro fogo que começou em Ribamondego, Gouveia, está "em resolução" [incêndio sem perigo de propagação para além do perímetro já atingido], sendo combatido por 209 homens e 62 veículos.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil indica ainda que o fogo rural que está ativo em Murça, Vila Nova de Foz Côa, também no distrito da Guarda, envolve no seu combate 112 homens e 34 viaturas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon