Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Incêndios: Vila Real e Castelo Branco mais flagelados, novo incêndio em Vila de Rei

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/08/2017 Administrator

Os distritos de Vila Real e Castelo Branco eram esta noite os mais flagelados pelos incêndios, com o fogo de Louriçal do Campo a suscitar mais preocupações e a ter já consumido uma igreja, um colégio e várias habitações.

Num balanço cerca das 00:00 feito à Lusa pelo comandante Carlos Pereira, da Proteção Civil, o responsável disse que já esta noite deflagrou outro incêndio no concelho de Vila de Rei, que tem sido fustigado nos últimos dias pelas chamas.

"Estão a ser transferidos meios para este incêndio, uma ignição junto ao concelho de Mação", em Água Formosa, disse o responsável.

Questionado pela Lusa o responsável disse que a autoestrada 23, que esteve fechada na terça-feira, já reabriu ao trânsito.

Esta noite, às 23:00, foi ativado o Plano Municipal de Emergência de Castelo Branco, disse o comandante, acrescentando que os incêndios que deflagraram na tarde de terça-feira na região de Lisboa já foram resolvidos.

Na página da internet da Proteção Civil dava-se conta, às 00:15, que o incêndio de Louriçal do Campo, e que se alastrou ao Fundão, estava a ser combatido por 550 bombeiros, auxiliados por 160 viaturas.

Em Ribeira de Pena, distrito de Vila Real, 213 operacionais, com 62 meios, combatiam as chamas, que deflagraram na tarde de terça-feira.

Em fase de resolução estão os incêndios de Vila Franca de Xira, Lisboa, combatido por 176 bombeiros, Abrantes, Santarém (62) e o primeiro incêndio de Vila de Rei, Castelo Branco, com 191 bombeiros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon