Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Internacional do Panamá Amílcar Henríquez morto a tiro

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/04/2017 Hugo M. Monteiro

Jogador tinha 33 anos e tinha regressado ao país esta época, após vários anos na liga colombiana

© REUTERS/ Mike Cassese/File Photo

O jogador da seleção de futebol do Panamá Amílcar Henríquez foi morto a tiro no sábado na cidade de Colón, na sequência de disparos realizados por um desconhecido que feriram outras duas pessoas.

Um relatório da polícia indica que em Nuevo Colón um homem saiu de um veículo e disparou várias vezes contra o futebolista do clube Árabe Unido de Colón.

Amílcar Henríquez morreu pouco tempo depois numa clínica. O jogador tinha 33 anos e filhos.

A Federação Panamenha de Futebol (Fepafut) confirmou a morte na rede social Twitter: "Lamentamos profundamente a morte do nosso selecionado nacional Amílcar Henríquez. Que Deus receba a tua alma Mickey".

Natural de Colón, uma das cidades mais violentas do país, Amílcar Henríquez regressou em 2016 ao futebol local com o Árabe Unido, depois de vários anos na liga colombiana, em clubes como o América de Cali, Atlético Huila e Independente de Medellín.

Os dois homens feridos juntamente com Henríquez, Josimar Pedro Salvador e Delano Wilson, foram transportados para o hospital Amador Guerrero da cidade de Colón, segundo o relatório da polícia fornecido aos jornalistas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon