Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Investimento de seis milhões de euros nas várias unidades de saúde da Sanfil até 2019

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/09/2017 Administrator

O Grupo Sanfil tem investimentos de seis milhões de euros projetados para o triénio de 2017-2019 nas várias unidades de saúde, disse o administrador da empresa, Pedro Marcelino. No Centro Hospitalar de S. Francisco, em Leiria, o Grupo Sanfil vai investir mais de 300 mil euros na ampliação do parque estacionamento, que ficará com 180 lugares. Nesta unidade de saúde estão também previstas "uma série de obras de melhoramento de serviços", disse Pedro ...

O Grupo Sanfil tem investimentos de seis milhões de euros projetados para o triénio de 2017-2019 nas várias unidades de saúde, disse o administrador da empresa, Pedro Marcelino.

No Centro Hospitalar de S. Francisco, em Leiria, o Grupo Sanfil vai investir mais de 300 mil euros na ampliação do parque estacionamento, que ficará com 180 lugares. Nesta unidade de saúde estão também previstas "uma série de obras de melhoramento de serviços", disse Pedro Marcelino.

"Haverá uma intervenção a nível da fachada dos edifícios, já com alguns anos, e também ao nível da estruturação dos serviços", dispondo de "mais subespecialidades e de maior diversidade de especialidades para dar resposta a qualquer solicitação de saúde dos utentes do distrito de Leiria".

Referindo que o Centro Hospitalar S. Francisco é uma unidade já integrada de serviços que vai desde a mera consulta passando pelos exames, cirurgia e reabilitação", o administrador do Grupo Sanfil acrescentou que "há sempre mais especialidades de medicina que começam a ser solicitadas" e é nesse sentido que o grupo pretende "reforçar ou intensificar ao nível de subespecialidades".

Pedro Marcelino exemplificou com a parte ortopédica, que terá subespecialidades dedicadas ao pé, joelho, anca, mão, ombro ou mão. "Serão serviços especializados com médicos que se dedicam àquela área de intervenção específica cirúrgica".

Também a "casa mãe", em Coimbra será intervencionada. "Estamos a construir um centro corporativo para o grupo, no Coimbra Iparque, que vai ter serviços partilhados por todo o grupo com um pendor tecnológico e de inovação. Vamos fazer uma série de obras de adaptação nas várias outras unidades, designadamente na unidade de Pombal, que teve recentemente uma intervenção bastante grande com a criação de uma nova unidade de gastroenterologia", revelou Pedro Marcelino.

O responsável adiantou que "vai continuar com uma expansão" da unidade de Pombal, "para dar resposta aos utentes", e que a unidade de Alcobaça, onde "também houve uma expansão há pouco tempo", vai "continuar a aumentar" os seus serviços.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon