Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

IPDJ constituiu quatro arguidos no processo de contraordenação ao Sporting-Arouca

Logótipo de LusaLusa 25/11/2016 João Pedro Simões
MIGUEL A. LOPES/LUSA © EPA / MIGUEL A. LOPES MIGUEL A. LOPES/LUSA

Lisboa, 25 nov (Lusa) – O Instituto Português do Desporto e Juventude anunciou hoje ter constituído quatro arguidos no processo de contraordenação instaurado aos incidentes ocorridos após o jogo Sporting-Arouca, da 10.ª jornada da I Liga de futebol.

Em comunicado, o IPDJ diz ter recebido a “participação elaborada pela Polícia de Segurança Pública (PSP)”, referente ao encontro disputado a 06 de novembro e que terminou com o triunfo do Sporting, por 3-0, “acompanhada da gravação dos acontecimentos” ocorridos no corredor de acesso aos balneários do Estádio José Alvalade.

“Na sequência da referida participação, foi determinada a instauração de processos de contraordenação nos termos da Lei n.º 39/2009, de 30 de julho, sendo constituídos quatro arguidos”, acrescenta o organismo.

A legislação que sustenta o processo estabelece o regime jurídico do combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos, de forma a possibilitar a realização dos mesmos com segurança.

JP // NFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon