Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Iraque desloca famílias que acusa de ligações ao Estado Islâmico

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/07/2017 Administrator

A Human Rights Watch (HRW) denunciou hoje que as forças de segurança do Iraque forçaram a deslocação de dezenas de famílias com alegadas ligações ao grupo extremista Estado Islâmico.

As autoridades descrevem o campo para onde foram levadas essas famílias como "um campo de reabilitação".

Numa declaração emitida hoje, o grupo de defesa dos direitos humanos disse que o campo se localiza em Bartella, cerca de 20 quilómetros a este de Mossul, e alberga pelo menos 170 famílias, maioritariamente mulheres e crianças de zonas a oeste de Mossul onde teve lugar o último combate.

Citando conversas com algumas famílias, a HRW assegurou que foram levadas contra a sua vontade, sob a acusação de terem familiares ligados ao IS.

A diretora da HRW para o Médio Oriente, Lama Fakih, descreveu a situação como "atos abusivos" e "crimes de guerra".

O primeiro-ministro do Iraque, Haider al-Abadi, declarou na segunda-feira a "vitória total" em Mossul.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon