Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Israel recusa falar com um governo palestiniano sem desarmamento do Hamas

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/10/2017 Administrator

O Governo israelita referiu hoje que recusa negociar com um futuro executivo de unidade palestiniana que inclua o Hamas caso a formação islamita não deponha as armas, não renuncie à violência e não reconheça o Estado de Israel.

Em comunicado, o gabinete israelita restrito que aborda as questões de segurança, também condicionou as conversações com um governo de unidade palestiniano à rutura das relações entre o Hamas e o Irão, a restituição dos corpos dos soldados israelitas mortos na guerra de 2014 na Faixa de Gaza e a libertação de israelitas detidos no território.

O movimento islamita Hamas e o seu rival palestiniano da Fatah assinaram na quinta-feira no Cairo um acordo de reconciliação destinado a terminar com uma década de divisões internas.

A Autoridade Palestiniana, entidade internacionalmente reconhecida que a "antecâmara" de um eventual e futuro Estado palestiniano independente, assumirá até 01 de dezembro "todas as responsabilidades" na Faixa de Gaza, atualmente governada sem partilha pelo Hamas, indicaram os serviços de informações egípcios, que patrocinaram as negociações.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon