Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Iuri Medeiros a O JOGO: "Não estive apenas bem no Boavista..."

Logótipo de O Jogo O Jogo 24/07/2017 Hugo Monteiro

© Álvaro Isidoro/Global Imagens

Vindo de três empréstimos consecutivos, o jovem, de 23 anos, nem quer ouvir falar de uma nova saída e manifestou o seu desejo de pertencer a um grupo com todas as condições para lutar pelo título. Uma conversa exclusiva a O JOGO.

Cria da Academia desde os 10 anos de idade, quando trocou a ilha do Faial, nos Açores, por Lisboa, Iuri Medeiros sempre alimentou o sonho de singrar pelo "seu" Sporting, mas, aos 23 anos, ainda não conseguiu somar qualquer minuto em jogos oficiais na equipa principal leonina. Após três empréstimos consecutivos - a Arouca, Moreirense e Boavista -, o extremo-esquerdo tem estado a trabalhar às ordens de Jorge Jesus e, admitindo que ainda paira uma indefinição em torno do seu futuro, garantiu que tem dado tudo para ganhar um lugar no plantel que vai atacar a época 2017/2018. "O meu objetivo é ficar no plantel, mas ainda não sei o que vai acontecer. Agora terei de esperar por uma decisão do míster. É certo que Jorge Jesus não me tem dito nada, mas tenho a impressão que ele tem gostado do que tenho feito. Estou a dar o máximo para ele gostar e integrar, em definitivo, o plantel do Sporting", garantiu o jogador, em declarações exclusivas a O JOGO, após o duelo de apresentação frente ao Mónaco.

Figura de destaque no Boavista durante a última temporada, graças aos oito golos e outras tantas assistências em 30 encontros disputados, Iuri Medeiros salientou que já está a atuar a um nível alto há bastante tempo, recordando a época passada no Moreirense (2015/2016) e a participação nos Europeus sub-21 de 2015 e deste ano. "Não estive apenas bem no Boavista, pois foi assim também no Moreirense e na Seleção sub-21. Creio que fiz boas épocas. Trabalhei e dei o máximo para estar a um bom nível ao longo das últimas temporadas para regressar", reforçou o extremo.

Com contrato válido até ao final da época de 2021/2022, que prevê uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros, Iuri Medeiros tornou-se uma "atração" no mercado após ser eleito pelo jornal "Marca" como um dos destaques do último Europeu sub-21 e, como o nosso jornal oportunamente noticiou, o Sporting já recusou uma proposta de sete milhões de euros do Krasnodar pelo seu concurso. No entanto, a perspetiva de fazer parte de uma equipa "muito forte" e com a qualidade necessária para conquistar um título que foge aos leões desde 2002 é suficiente para manter a cabeça do extremo em Alvalade. "O principal objetivo deste clube para esta época é sagrar-se campeão, como toda a gente sabe. Estamos muito unidos e preparados para o que aí vem. O Sporting sempre esteve forte e, neste defeso, estamos a construir uma equipa ainda mais forte para chegarmos ao título", rematou

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon