Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"Já seguíamos o Bruno Fernandes há três anos"

Logótipo de O Jogo O Jogo 30/08/2017 Hugo Monteiro

© Fornecido por O jogo

Fernando Santos abordou as chamadas de última hora de Bruno Fernandes e Ricardo Pereira para os jogos com as Ilhas Faroé e a Hungria. Em declarações exclusivas à Sport TV, fez também uma primeira análise ao adversário de quinta-feira.

Chamadas de Bruno Fernandes e Ricardo Pereira: "Seguimo-lo [a Bruno Fernandes] há três anos e tem atuado sempre nas camadas jovens da Seleção, não esteve na fase final do Europeu [sub-21] em 2015, mas podia muito bem ter estado. Esteve em 2017, era capitão. Temo-lo referenciado há muito tempo. O Ricardo já tinha estado connosco, conhecemo-lo perfeitamente, não há muito a acrescentar".

Bruno Fernandes no meio campo ou no ataque? "Essas questões respondem os treinadores dos clubes. Aqui são todos jogadores da Seleção e atuam na posição que eu entender".

Sobre Ronaldo: "Até aqui só falámos de dois jogadores e isto é uma equipa, seria redutor. Todos os jogadores sabem que são importantíssimos. Isto é um jogo coletivo".

Postura: "A mesma forma de encarar o jogo da forma que fizemos lá [nas Ilhas Faroé]. Nessa altura fazíamos muitas questões, agora já não. Somos melhores, temos que vencer e ser iguais a nós próprios".

Análise às Ilhas Faroé: "É uma equipa que cria muitos problemas fora de casa, na Suíça já fez isso. Perigosa no contra-ataque e no espaço aéreo. Temos que impor o nosso jogo".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon