Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jardel dá o mote: "Soares vai fazer tantos golos como eu"

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/03/2017 Alcides Freire
© Ivan Del Val/Global Imagens

O Super Mário ficou impressionado com a goleada ao Nacional e fala de uma dupla como a que fez com Artur.

Há 18 anos que o FC Porto não ganhava por 7-0 no campeonato. Na altura, Mário Jardel fez quatro golos ao Beira-Mar, numa época em que Artur era o parceiro de ataque do goleador. No sábado os dois estiveram na bancada do Dragão e testemunharam a maior goleada do novo estádio, com bis da dupla André Silva e Soares. Uma dupla que fez Jardel recuar no tempo. "Eu só jogava na área, o Artur saía. Neste caso, o FC Porto tem dois avançados que sabem jogar bem fora da área. Não é bem a mesma coisa, mas o que conta são os golos. São dois grandes jogadores e um bom problema para o treinador", considerou a O JOGO, antevendo mais duas transferências milionárias. "Continuando assim, a fazer golos, o FC Porto vai receber propostas irrecusáveis por eles. Principalmente dos chineses", atirou.

citacao"Soares podia marcar mais, mas joga muitas vezes fora de área"

O Super Mário admite que "não conhecia muito bem" o compatriota Soares, mas depois de o ver em ação nos últimos três jogos acredita que pode continuar a marcar golos em catadupa. "Vi-o com a Juventus, mas aí o FC Porto não fez um grande jogo por causa da expulsão. Ele até esteve bem. Depois, contra o Boavista, matou o jogo, não vacilou", sublinhou. "É um jogador que se movimenta muito bem de costas, tem uma visão de jogo boa e finaliza muito bem. Podia fazer mais golos, até nesse jogo contra o Boavista, mas tem de sair um pouco fora da área... Quando encaixar na perfeição no sistema do FC Porto, vai fazer tantos golos como eu. E é melhor do que eu fora da área", elogiou.

citacao"O André vem buscar o jogo, é muito inteligente e habilidoso e o Soares na área complementa e aproveita"

No FC Porto, Jardel teve Artur e Drulovic como companheiros de ataque, no Sporting formou uma dupla igualmente mortífera com João Vieira Pinto. O segredo, diz, está nas características dos avançados. Apesar de reconhecer muita mobilidade aos dois atuais avançados do FC Porto, vota em Soares como Jardel e André a fazer de Artur ou JVP. "Devem complementar-se. O André Silva vem buscar o jogo, é muito inteligente e habilidoso e o Soares na área complementa e aproveita, mas também joga bem fora. No meu tempo, eu só ficava lá à espera que a bola caísse", recordou. Em todo o caso, na opinião de Jardel, a formação de uma boa dupla de avançados não requer muito tempo de maturação. "Depende sempre dos treinos e de o treinador perceber se os dois encaixam bem um no outro. Neste caso do Soares e do André Silva não foi preciso muito tempo, como se pode ver pelos golos que têm feito. Adaptaram-se bem. E também é fundamental que o sistema de jogo da equipa os beneficie. Contra o Nacional isso foi evidente", explicou.

citacao"O FC Porto-Benfica poderá ser o detalhe que vai decidir o campeonato"

Jardel está em Portugal há alguns dias para rever amigos e tratar de alguns assuntos profissionais. No sábado, ficou "impressionado" com a goleada ao Nacional. "Há muito tempo que o FC Porto não marcava sete. A anterior tinha sido ao Beira-Mar e eu marquei quatro", lembrou, considerando "um bom sinal a equipa estar com o pé quente" para as contas do título. Mas deixa um aviso: "O FC Porto não pode perder pontos contra as equipas consideradas pequenas para chegar à Luz e estar na luta, estar no mínimo a um ponto como agora. Faltam dez jogos e o FC Porto-Benfica poderá ser o detalhe que vai decidir o campeonato", considerou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon