Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jardel: "Temos de ser muito humildes"

Sportinveste 06/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Jardel: "Temos de ser muito humildes" © Sportinveste Multimédia Jardel: "Temos de ser muito humildes"

Central das águias elege os pontos que considera essenciais para vencer o Rio Ave na final da Taça da Liga.

Respeito pelo adversário, humildade, mas sem perder a identidade são aspetos que Jardel considera essenciais para o Benfica vencer a Taça da Liga. O central do Benfica elogiou o Rio Ave, mas está confiante na vitória.

"Estamos em três finais, é a primeira que vamos disputar e vamos encarar o jogo como encaramos todos os do campeonato: com a mesma seriedade e dedicação. É um jogo decisivo. O Rio Ave é uma equipa muito boa, com bons jogadores e tem vindo a fazer um excelente campeonato. Não é por acaso que está em duas finais, Taça da Liga e de Portugal. Não vamos perder a nossa identidade, entramos em campo com respeito, em primeiro lugar, a nós próprios. Temos de ser muito humildes para fazermos um grande jogo", observou Jardel, comentando a ambição evidenciada pelo Rio Ave.

"É uma final, um jogo só. Não temos de nos preocupar com o que os outros falam, apenas ficar focados no nosso trabalho, que tem sido muito bem feito. Temos de encarar o jogo como se fosse o último", completou o brasileiro, na expetativa de alinhar no grande jogo de Leiria.

"Tenho o Benfica como minha casa, tenho aqui grandes amigos. O mister tem de tomar a melhor decisão para a equipa. Temos de respeitar a decisão dele. Quando Garay e Luisão não jogam, quem entra tenta dar o máximo para nunca deixar cair o rendimento da equipa", comentou.

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon