Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jerónimo (PCP) apela à negociação para descongelar carreiras

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/09/2017 Administrator

O líder comunista, Jerónimo de Sousa, reiterou hoje a defesa do descongelamento das carreiras no setor público, apelando à negociação entre o executivo socialista e os trabalhadores em causa. "Primeiro, é necessário descongelar as carreiras dos trabalhadores que têm sido prejudicados durante estes últimos anos. A forma de o fazer implica um processo de negociação e diálogo com as organizações representativas e seus sindicatos que leve à concretização ...

O líder comunista, Jerónimo de Sousa, reiterou hoje a defesa do descongelamento das carreiras no setor público, apelando à negociação entre o executivo socialista e os trabalhadores em causa.

"Primeiro, é necessário descongelar as carreiras dos trabalhadores que têm sido prejudicados durante estes últimos anos. A forma de o fazer implica um processo de negociação e diálogo com as organizações representativas e seus sindicatos que leve à concretização de aspirações perfeitamente legítimas", afirmou, durante uma "mini arruada" autárquica em Vendas Novas, distrito de Évora.

O secretário-geral do PCP não enjeitou a eventual progressividade do processo de descongelamento preconizada pelo primeiro-ministro, António Costa, em entrevista publicada hoje pelo Diário de Notícias, nem declarou a necessidade de reposição imediata dos rendimentos alvo de congelamento.

O chefe do executivo do PS declarou que 2018 será o ano do arranque do descongelamento progressivo das carreiras na administração pública e no setor empresarial do Estado e prometeu não ir haver qualquer aumento da carga fiscal.

"Não me pronuncio sobre cenários nem me quero substituir aquele que deve ser o papel do Governo e dos sindicatos no processo de negociação aberto, construtivo, que acabe por ter resultados positivos para os trabalhadores", completou o líder da Coligação Democrática Unitária (CDU, que junta comunistas e Partido Ecologista "Os Verdes").

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon