Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jesus deixa garantia sobre Coentrão e comenta turbulência no PSG: "Não me aconteceria"

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/09/2017 Hugo M. Monteiro
© Fornecido por O jogo

O treinador do Sporting, Jorge Jesus, fez um ponto de situação sobre Fábio Coentrão

Jorge Jesus concedeu uma entrevista ao jornal Marca, onde abordou a condição física de Fábio Coentrão. O treinador do Sporting salientou que o lateral português está a "50-60%" do que pode atingir, mas deixou a garantia de que, "em condições normais", o futebolista de 29 anos será convocado para o Mundial, caso Portugal marque presença na fase final da prova.

"O Fábio jogou 280 minutos no ano passado. Aqui já leva mais de 500. O dobro. Há que ter em conta que esteve muito tempo parado. Isto tem de ser passo a passo. Temos de ter muito cuidado com o Fábio individual e coletivamente. O jogo na seleção não foi bom para o Fábio. Teve uma lesão no músculo que lhe tirou alguns treinos e agora está a recuperar. Agora mesmo, o Fábio está a 50-60% do que poderá chegar a ser. Ele jogou dois, três jogos e Fernando Santos devolveu-lhe a seleção portuguesa. Em condições normais, ele e o Guerreiro creio que serão os que jogarão no Mundial", atirou o técnico português.

Jorge Jesus comentou ainda o caso entre Neymar e Cavani no PSG, reiterando não crer que uma situação semelhante acontecesse num balneário liderado por si.

"Creio que uma situação dessas não me aconteceria. O treinador tem que liderar, falar com os marcadores e estabelecer as prioridades. Assim, eles sabem que já está determinado que quem marca é A ou B. Se entre eles querem mudar, que o façam, isso parece-me bem. Não conheço o tema em profundidade, mas é algo normal dentro do futebol. Acontece em muitas equipas", rematou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon