Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Jesus: "Não é um cumprimento a um treinador que vai pacificar o futebol"

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/04/2017 Rui Trombinhas

Treinador dos leões destacou ainda que o resultado é melhor para o Benfica que para o Sporting

© MIGUEL A. LOPES

Na conferência de imprensa após a partida, Jorge Jesus voltou a destacar que foi o Sporting que esteve mais perto de marcar um segundo golo e que o empate apenas deixou uma equipa satisfeita. "As únicas oportunidades além dos golos foram do Sporting, duas do Bas Dost. Mais nada. A haver um vencedor teria de ser o Sporting. Foi um bom jogo, bem jogado. O Benfica fica satisfeito com o resultado. Nós não. Ainda acreditávamos que podíamos disputar um dos dois lugares da frente, mas este empate reduziu-nos essa possibilidade. Título? O Benfica parte em primeiro para os jogos que faltam. O futebol não é ciência exata e há surpresas, mas entra em vantagem."

Antes da partida, Jesus disse estar disponível para cumprimentar Rui Vitória, algo que não veio a verificar. O treinador do Sporting desvalorizou e não quis incluir o gesto no atual clima do futebol. "A pacificação tem de ser feita por todos os intervenientes do jogo. Não é um cumprimento a um treinador que vai pacificar o futebol."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon